DMAD

ivagination

Um projeto de arte computacional de Juli Wexel.

ivagination.com

Edição: Juli Wexel
Imagens: www.plataoplomoduo.com e Juli Wexel


A des-instalação ivagination é uma proposta de experiência imersiva do gênero site specific que transforma o corpo da casa em corpo de mulher. Numa sociedade onde o corpo feminino é desejado e adorado e ao mesmo tempo desrespeitado, objetificado, oprimido, violentado, mutilado, em ivagination ele torna-se uma celebração e um espaço para a fruição e a ivaginação.

Em meio à situação de pandemia, a artista @julinomundi cria em sua própria residência uma experiência autobiográfica de vulva art para fruição doméstica e para o grupo social que ali habita. Também por isso a instalação é chamada de des-instalação.

O artefacto digital interativo é apresentado em forma de escultura luminosa e  centrado em uma experiência musical a partir do poema autoral Me alucina, resultado sonoro de experiência autoginográfica (autobiografia escrita por mulheres) e poética da autora. A dupla dimensão estética, a luminosa e a musical, é entrelaçada pelo despoletar de sensores de movimento e é condição sine qua non que os corpos d@s fruidor@s acionem-nos para completar o corpo da obra. Tanto a dimensão estética visual quanto sonora da des-instalação dialogam com a temática do corpo, da sexualidade feminina e com o mito da vagina dentada (Badinter), mito antropológico presente em inúmeras culturas primordiais e que denotam o medo do contato com a potência da sexualidade feminina.

imagination + vagina + digital = ivagination

Numa proposta de spin-off de ivagination, nesta produção audiovisual homônima, realizada em parceria com a Plata o Plomo Film Direction Duo, Juli Wexel conta sobre o processo de criação da des-instalação, revela as nuances autobiográficas que conduziram à experiência e reflete sobre o tema central da obra: o corpo da mulher

Directors: Plata o Plomo | @plataoplomoduo
Director of Photography: Maurício Franco | @mauriciofranco
Editor and Sound Designer: Filipe Traslatti de Mello | @folicel
Production: Carine Panigaz | @carine_panigaz

Diário de bordo

Ficha técnica

O espaço da des-instalação acontece em suporte Site Specific: Hall de entrada, corredor, porta e interior da despensa da residência da artista.

Hardware

  • McBook Pro
  • Arduíno Uno Rev3 Compatível (SMD)
  • 2 Mangueiras Neon LED Flexível 120 LED Vermelha, longitudes 16m e 11m
  • 3 Mini-Sensores PIR (S16-L221D) – Seeed – Módulo Grove
  • Luz estroboscópica/Projetor LEDS RGB 3W Branco MANTA – MDL009
  • Mini Speaker 5W 3.7V 1.2000mAh

Software

  • Steinberg Cubase Pro 8 (DAW, MIDI), para composição musical
  • Processing 3 (Minim)
  • Arduino UNO Rev3 Compatível (SMD)

Realização: Juli no Mundi Media Art Project @julinomundi

Produção Musical: Mad Magus e @julinomundi

Suporte Técnico: @mad_lab_sound_studio e @telmix_madmagus

Juli Wexel

Juli Wexel é artista multimídia, jornalista, professora e atua em várias frentes na comunicação e nas artes. Há 25 anos transita pelas linguagens do audiovisual e das artes performativas em países como Brasil, Portugal e Itália.

Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade é doutoranda em Media-Arte Digital pela Universidade Aberta de Lisboa e Universidade do Algarve, em Portugal e desenvolve intervenções artísticas no projeto Juli no Mundi Media Art Project, como a Intervenção Poética Depois de Clarice, no Rio de Janeiro.

É também criadora da primeira série audiovisual multimídia sobre as Intervenções Artísticas Urbanas no Brasil, exibida pelo Canal Futura, emissora educativa e cultural de televisão.

Atualmente, além da obra ivagination, uma des-instalação 2.0, desenvolve também o projeto #MappaMundi, in giro con gli astri, um programa que mistura cultura pop, música e astrologia na www.neuradio.it, situada nas instalações do MAMbo, o Museu de Arte Moderna da cidade de Bolonha, na Itália.

Conheça mais sobre a trajetória da artista em www.juliwexel.com e siga @julinomundi no Instagram.