DMAD

Geometria e Imersão Visual

As novas tecnologias de imersão – Realidade Mista, fotografia a 360-graus, etc. – são apenas a mais recente implementação tecnológica de um princípio geométrico pelo menos tão antigo como o Renascimento: a anamorfose. Neste módulo estudaremos anamorfoses imersivas através do desenho enquanto pensamento visual; aprenderemos a desenhar à mão ilusões de óptica anamórficas e perspectivas esféricas que visualizaremos como panoramas de realidade virtual, usando software adequado. Pretendemos assim ligar o analógico ao digital, e compreender os princípios invariantes subjacentes não só ao software actual mas também ao do futuro, ficando  mais aptos a utilizar esse software ou mesmo a contribuir para a sua evolução.

Nesta sessão resumiremos os conteúdos do módulo, veremos trabalhos de edições passadas, e faremos um breve workshop prático de anamorfoses imersivas e perspectivas esféricas.

António Bandeira Araújo é licenciado em Física (1995) e Doutorado em Matemática pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (2011). É professor auxiliar na Universidade Aberta, onde exerce a docência desde 2003.

Interesses de investigação: Tem dividido a sua atividade científica entre duas vertentes do estudo da geometria – no campo da matemática pura, estudou a classificação das curvas legendrianas e a dessingularização de superfícies lagrangeanas. Mais recentemente tem-se dedicado ao estudo das aplicações da geometria às artes visuais, nomeadamente no estudo das perspetivas curvilíneas e anamorfoses, tanto no âmbito das técnicas clássicas como na sua relação com os algoritmos e técnicas da arte digital. Este trabalho mantém uma relação próxima com as suas atividades paralelas no campo das artes plásticas e da ilustração. É membro do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (pólo UAb) e do Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional.